Embora à primeira possa parecer uma comparação quase sacrílega, este excerto do relativamente desconhecido filme “Down by Law”, que Jim Jarmusch escreveu e realizou em 1986, possui uma indiscutível afinidade com a célebre e muito referida madalena que, ao mergulhar no chá abre, de par em par, as portas da memória de Marcel Proust em “À la recherche du temps perdu”.
Longe da complexidade e elegância de estilo daquele que é por muitos considerado o melhor romance do século XX , nesta cena bem divertida, um então quase desconhecido Roberto Benigni cozinha, de forma improvisada, um coelho acabado de caçar, que o vai levar através da memória, dos hostis pântanos da Luisiana onde se encontra perdido com dois outros evadidos (Tom Waits e John Lurie), até à Itália da sua infância, numa viagem em que recorda a sua mãe, irmãos e pai, dando origem a um dos mais cómicos momentos gastronómicos do cinema, que conheço.